02 março 2012

Adote um animalzinho!

Oi, gente!
Lembram que eu falei aqui sobre a atenção que devemos dar à origem e tratamento dos nossos cosmeticos e maquiagens? Pois então! Paralelo a esse assunto, trago pra vocês hoje uma proposta: Adote um animalzinho!
Sempre vejo gente reclamando da quantidade de bichos soltos nas ruas ou nos centros de zoonose (Pra quem não sabe, é uma especie de "depósito de animais". Os animais encontrados nas ruas são levados pra lá e os doentes são sacrificados. Como eles estão sempre num mesmo ambiente, os saudáveis acabam sendo contagiados e, consequentemente, mortos também.) mas não se preocupam em procurar uma solução pra isso. 
Um Chow Chow é lindo? É sim! E um maltês então? Mas aquele vira-lata que passa a tarde na esquina da sua rua ou o gatinho que chega na sua calçada miando desesperadamente também podem ser ótimos melhores amigos. 


Minha mãe está doando uma gatinha. Sim! Mas não por não querê-la aqui em casa, por não gostar de animais ou coisa do tipo. O que é acontece é que minha mãe já tem quatro gatas aqui:


 Charlene foi a primeira. Depois veio Bibi grávida e minha mãe acolheu os filhotes também (Patinha e Miudinha).
Há pouco tempo chegou um gatinho todo escaldado aqui em casa. Minha mãe suspeita que algum vizinho tenha jogado água quente para espantá-lo. Movida pela vontade de acabar com o sofrimento do bicinho, acolheu-o na garagem, alimentou bem, colocou uma coleirinha (Aqui no condomínio onde eu moro, os bichos que não tem coleira são levados pela carrocinha) e levou à veterinária.
Só que não dá pra acolher mais uma aqui em casa! Os gastos com ração e nossas crises alérgicas só aumentam. Maaaas como nós não vamos joga-la (Sim! Há duas semanas descobrimos que é uma gatinha e não um gatinho!) na rua, estou aqui trazendo algumas fotos pra vocês. Seu nome é Zigfrancy (Estranho, né? Mas foi uma junção de dois nomes kkk), carinhosamente apelidada "Zig" e tem poucos meses de idade:

Tristinha: Esperando que alguém a leve pra casa

Sonoooooo!



Ela estava dormindo na hora em que fui bater as fotos, por isso essa carinha. Queria colocar um vídeo mostrando o quanto essa criatura é brincalhona. Ela parece um cachorro, gente! kkk
Brinca com o próprio rabo, corre atrás das folhas que voam na calçada, brinca com o cachorro do vizinho... Vocês precisam ver!
Só que eu tou sem câmera (Tirei essas fotos com uma emprestada), então não vai rolar!
Quero muito que alguém fique com essa gatinha, pois ela merece um dono suuper carinhoso. Se você mora em Natal, Parnamirim ou redondezas e ficou interessado pode deixar um comentário aqui ou ligar para mim (9966 9059).
Um beijo e até mais (: