28 novembro 2011

Cinema: "O palhaço"

Além de perder meu tempo na internet, também adoro perder dinheiro no cinema (Brincadeira!).
Assisti com Rodrigo e uns amigos "O palhaço" e me surpreendeu, em vários sentidos.
Bora lá:


Título original: (O Palhaço)
Lançamento: 2011 (Brasil)
Direção: Selton Mello
Atores: Selton Mello, Paulo José, Giselle Motta, Larissa Manoela.
Duração: 88 min
Gênero: Comédia Dramática
Status: Em cartaz 
Sinopse: Benjamim (Selton Mello) trabalha no Circo Esperança junto com seu pai Valdemar (Paulo José). Juntos, eles formam a dupla de palhaços Pangaré & Puro Sangue e fazem a alegria da platéia. Mas a vida anda sem graça para Benjamim, que passa por uma crise existencial e, volta e meia, pensa em abandonar Lola (Giselle Mota), a mulher cospe fogo, os irmãos Lorotta (Álamo Facó e Hossen Minussi), Dona Zaira (Teuda Bara) e o resto dos amigos da trupe. Seu pai e amigos lamentam o que está acontecendo, mas entendem que ele precisa encontrar seu caminho por conta própria. 
O que eu achei? Só entendi esse filme cerca de dois dias depois de ter assistido. Sabe aquela piada sem graça da qual você ri depois? Pois é.
A composição e a montagem de quadros são incríveis. As cores, o figurino e todos os elementos de cena são lindamente bem pensados. É um filme de "belas fotos". O elenco é diversificado e encaixou direitinho na produção. É um filme "feliz", afinal de contas o circo traz à memória sentimentos bonitos, os sonhos que viram realidade, os sorrisos puros e ingênuos de adultos e crianças. Mostra a paixão (e talvez de onde tenha vindo sua inspiração para toda a carreira) do diretor e também ator Selton Mello. E porque não cinco estrelas? HELLOOOOO, levei dois dias para entender o filme (E eu nem sou tão lesa assim!), e porque eu quis entender. O problema do filme é que você sai com aquela sensação de que não aconteceu nada nele. Se te perguntarem "É um filme sobre o que?", o que você vai responder? "Circo.". É poético demais para ser entendido, assim... "de boa". Não que isso seja errado, mas me deixou com um vácuo imenso ao sair da sala. A única coisa da qual eu me lembrava é: “O gato bebe leite, o rato come queijo e eu sou palhaço!”



Vale a pena ser assistido, mas com bons e "interessados" olhos. 
 
P.S: (Um alô pra minha amiga Gabi que ficou de cara feia pro meu lado porque eu disse que o filme era vago. Bjs hahahahaha)


























3 comentários:

  1. Oi Letícia, o Selton é ótimo atuando e dirigindo, quero assistir esse também!

    beijos e bem vinda!!!

    Segredosfashion.com
    Loja virtual: segredosfashionstore.tanlup.com

    ResponderExcluir
  2. eu queria saber uma coisa esse filme e imoral? a e eu tenho que assistir esse filme pelo o que vc disse ele deve ser legal

    ResponderExcluir
  3. Não, Sofia. Não é imoral. Mas não acho o melhor tipo de filme pra vc. Procure outros... Ha varios em cartaz!

    ResponderExcluir